Etiquetas

, , , , , ,

a-revoluc3a7c3a3o-dos-bichosGeorge Orwell foi um escritor que gostava de nos fazer pensar. Defensor da democracia, Orwell criticava duramente através de seus livros os regimes autoritários. O modo como expunha personagens e situações nos faz vesti-los e sentir suas dores e alegrias na carne. È difícil não se envolver ao ler a narrativa de Orwell.

A Revolução dos Bichos é uma fábula, uma alegoria da revolução ocorrida na Rússia, retratada pelo escritor de forma magistral.

Se você não souber de nada sobre isso e ler o livro vai perceber que a história faz uma critica a um governo. Ele é o socialismo e ele está na sua forma mais crua e sistemática nessa narrativa.

A História.

Em uma pequena fazenda na Inglaterra somos apresentados aos animais cavalos, porcos, cães, gatos, galinhas, ovelhas. Eles pensam, falam entre si e possuem hierarquias, conceitos de sociedade. No primeiro capítulo os vemos se reunir no celeiro onde um dos porcos, o velho Major, os convocou para uma reunião. Ele teve um sonho e pretendia dividir com os demais. Sabe que esta perto do fim dos seus dias e resolve alertar os bichos da fazenda. Após revelar seu sonho, em tom experiente mostra-lhes a vida que levam, como são tratados pelos humanos, e os incentiva a rebelar-se. E os ensina a cantar, Bichos da Inglaterra. Bem, o hino, a música é mais uma alegoria para nos colocar diante da realidade através da fábula.

A revolução ocorre, e o dono da fazenda, Jones e sua mulher são expulsos, ou melhor, Granja do Solar. Até ai só alegria. Bichos livres, pensando num futuro melhor, criando os princípios do Animalismo, entenda-se aqui, Socialismo. Que seriam as regras de comportamento de todos os animais da granja ou fazenda.

animal_farmSete Mandamentos do Animalismo:

  1. QUALQUER COISA QUE ANDA SOBRE DUAS PERNAS É INIMIGO.
  1. O QUE ANDA SOBRE QUATRO PERNAS, OU TENHA ASAS, É AMIGO.
  1. NENHUM ANIMAL USARÁ ROUPA.
  1. NENHUM ANIMAL DORMIRÁ NA CAMA.
  1. NENHUM ANIMAL BEBERÁ ÁLCOOL.
  1. NENHUM ANIMAL MATARÁ OUTRO ANIMAL.
  1. TODOS OS ANIMAIS SÃO IGUAIS.

História e Fantasia

É fácil identificar os personagens do livro, com os da história da revolução Russa.

  1. SENHOR JONESCzar Nicolau II
  2. MAJOR, o porco velho: Lênin e Marx
  3. BOLA-DE-NEVE o expansionista: Trotski

e NAPOLEÃO, o ditador: Stálin

  1. CORJA DE CÃES: KGB
  2. PORCO GARGANTA: Propaganda

OUTROS ANIMAIS: Proletariado Russo.

A política de Napoleão/Stálin era de opressão, lavagem cerebral, ilusão das massas com propaganda enganosa. Muito comum em discursos de políticos atuais. Com o tempo o ditador cria uma aura de poder tão persuasiva que a verdade passa a ser mentira e a mentira a verdade.

A leitura do livro não é difícil, mas chega a ser revoltante em alguns momentos. A exploração dos animais, a fome, o modo cruel como são enganados, oprimidos pelo porco Napoleão. O momento que mais me revoltou foi o desfecho do personagem Sansão. George Orwell tem o dom de me deixar muito revoltada. Eu adoro isso.

índiceO que fica de lição da leitura do livro é que devemos estar atentos às mudanças que prometem igualdades ilusórias, e governos opressores, ladeado de uma milícia que protege somente as cabeças premiadas no governo, nunca junto ao povo.

#EuVejoLivros – Beijos Mordidos!

Anúncios