Etiquetas

, , , , , , ,

https://www.youtube.com/watch?feature=fvwp&v=8Km1gSuDzN8&NR=1

Um momento para refletir.

Para Eric Novello

O Garçom se aproxima, levanto a vista do copo gorducho e vazio, que estou rolando entre os dedos. O homem me olha e pergunta:

_ Mais um?

_ Já foram cinco. – reflito sem me enganar. A lucidez é uma merda!

_ Você é forte, sempre será, está nos ossos, sabe? Essa coisa de insistir.

_ Nos ossos sim. Se fosse na cabeça já teria desistido.

A fumaça do charuto fino e escuro sobe no ar como um dragão voando alto. Tudo é ilusão. A marca de batom na ponta é minha. Rubro como as luzes do bar onde se bebe ilusões em copos gorduchos ou altos.

_ É um caminho.

_ Uma maldição.

_ Seu caminho. ­ – ele me aponta o dedo como se me acusasse das escolhas que fiz.

_ Então eu escolho quando parar e quando seguir.

_ Sim, mas agora é hora de seguir. Não acha?

_ Merda nenhum. É doloroso, solitário, imprevisível, sem gloria e muito trabalho… – reflito suavemente.

_ Você fala bonito. – brincou limpando manchas de whisky do balcão.

_ Tive ajuda. – revelo sorrindo mansa como um lago.

O Garçom seca copos com habilidade e pega a garrafa. Olho o conteúdo e ele parece feito de luz. Algo luminoso e liquido, magia pura engarrafada. Como sangue, igual a ópio, tem cheiro de açúcar.

_ Então que seja com Blues. – digo empurrando o copo no balcão de madeira.

_ Sim, com muito Blues. – diz o garçom enchendo meu copo até a borda.

Está tudo ai, dentro do copo, dentro dessa imensidão invisível. Olho o liquido sem medo, é mais forte que meu charuto, neutro como a paz. Envolvente como um beijo durante o sexo. A escolha já foi feita. Isso aqui é só uma parada estratégica, continuo pensando.

_ A sua! – diz o garçom sorridente.

_ A nossa. – falo e viro o copo num gole longo.

Certas coisas precisam ser fortes, quentes e embriagadoras. Sorrio por fim e dou uma tragada no meu charuto e olho para o banco ao meu lado. Estava vazio fisicamente, mas na fantasia ele está sempre ali, ao meu lado sorrindo com confiança, os olhos estão sob a aba do chapéu branco. Conheço esse olhar.

Não é um fim, só mais um recomeço.

Beijos mordidos

Anúncios