Etiquetas

, , , ,

A grande maioria dos meus leitores sabe que a inspiração da série Alma e Sangue veio de um sonho que tive anos atrás. Mas por trás da idéia houve, e há o trabalho de pesquisa e elaboração de capítulos e personagens.

Nomes e datas, cidades, vilas, perfumes, roupas, jóias, objetos de arte, objetos místicos e utilizados nos rituais de magias, ervas, comidas, móveis, a decoração, as armas usadas, tudo foi pesquisado dentro de cada época, afinal em dados capítulos estamos nos dias atuais e em outro em Roma sob o governo de Nero, ou Julio Cesar. 

Segui minha intuição e em alguns casos a ideia vinha completamente pronta. Talvez por ter alimentado minha imaginação com leituras das mais diversas, afinal um escritor é essencialmente um bom leitor. Minhas lembranças, sonhos e experiências pessoais com o assunto também fazem parte desse processo. Eu gosto de chamar de caldeirão de ideias, nele todos os dias se acrescenta um novo ingrediente.

Não gosto de copiar tipos, nem pessoas, um personagem é único em sua essência e dentro da trama encontra sua verdadeira missão.

Sempre recebo e-mail me perguntando como foi escrever cada livro e desenvolver determinadas cenas e personagem. Então resolvi fazer uma série de post falando dos livros e personagens, poderes, armas usadas, e detalhes que acredito interessantes. Acho que mesmo quem não leu os livros vai gostar.

Vou começar com o livro Alma e sangue, o Despertar do Vampiro, ele é meu primeiro livro e foi editado por três editoras diferentes, a primeira em2001. Amaioria dos autores tem um baú de memórias e segredos do mundo editorial, eu confesso, também tenho o meu! O mundo editorial não é, por vezes, flor que se cheire. É um caminho de aprendizado, conquistas e derrotas.  Posso dizer que fui da alegria a mais completa frustração. Cheguei mesmo a desistir de escrever e passei seis meses longe do computador, dos meus blocos.  Não estava apática, sem ideias, não, nada disso! Eu desejar ardentemente escrever, mas estava frustrada com a ideia de escrever e não publicar. Todavia, voltei a escrever, é realmente um vicio, e continuei a lutar pelo meu espaço como escritora e consegui publicar meus livros.

Tenho pelo livro Despertar do Vampiro um sentimento maternal, eu era escritora de primeira viajem e não só bastou escrevê-lo, tive de editá-lo e ao longo dos anos cruzei com todo tipo de pessoas, desde anjos da guarda, a verdadeiros demônios. Tivemos muitas aventuras juntos, como um ataque de formigas que quase o destruíram o original datilografado, hoje uma relíquia. O original quase foi roubado, cai em várias roubadas editorias… Nem gosto de lembrar. Os bastidores do caminho que trilhei, e acho que muitos outros escritores, dariam um manual do tipo: “Como não cair nas mãos dos piratas”. Bem, eu vou deixar essas historias para minha biografia. Vamos ao que interessa, o primeiro post vai ao ar na segunda-feira já falei demais por hoje.

Vou começar com o Alma e Sangue, o Despertar do vampiro. Vamos descobrir um pouco mais sobre a trama e os personagens nesse primeiro olhar sobre o mundo dos vampiros.

Não percam,

Beijos mordidos.

Anúncios